Home > Vivencionismo > A Pedagogia Vivencionista e o intercâmbio de conhecimento

A Pedagogia Vivencionista e o intercâmbio de conhecimento

November 29th, 2010 admin Leave a comment Go to comments

Destacamos esse projeto para mostrar como o Vivencionismo permite que a professora e aos alunos possam experimentar outras vivências além dos livros e apostilas, permitindo inclusive a interação com o mundo lá fora e com outras pessoas fora do dia-a-dia da escola, o que inclui outros povos, nesse caso crianças de uma escola da Índia.

Confira abaixo os detalhes do projeto:

Logo nas primeiras semanas do projeto Índia as crianças do PRE MAX 2 TA (3-4 anos) manifestaram uma grande vontade de conhecer tal país pessoalmente. Para tanto, uma ideia muito enriquecedora veio à tona: que tal contatar algumas escolas na Índia a fim de fazermos algumas amizades e já conhecermos tal país com amigos nativos como guias turísticos?
A viagem para a Índia começou ainda no Brasil. Via e-mail, as crianças escreveram para algumas escolas indianas sugerindo um intercâmbio cultural com crianças da mesma faixa etária. A receptividade que tivemos dos indianos superou nossas expectativas. Logo no primeiro contato, The Indian Heights School, uma escola situada em Nova Delhi, manifestou muita disposição e interesse em nosso projeto, nos mandando um rico material falando um pouco sobre algumas de suas festividades, tradições e lendas, enviando também fotos de tais eventos e desenhos ricamente ilustrados pelas próprias crianças da instituição.
Tal intercâmbio permitiu que as nossas crianças não só ampliassem ainda mais as suas visões, mas também refletissem muito a respeito da sua própria cultura. Quando questionados sobre quais eram as suas tradições, as suas festividades, elas tiveram de refletir sobre a sua própria identidade, delimitando as características do seu próprio povo, incitando a globalização, mas também o patriotismo.
Se por um lado elas se interessaram muito pelo festival Diwali, por outro também estão se dedicando muito para falar do nosso Carnaval com a mesma propriedade. Enquanto os indianos falavam de sua tradição hinduísta e politeísta, as crianças contavam como aqui no Brasil ainda prevalece o monoteísmo principalmente cristão, embora sejamos um país laico de inúmeras vertentes religiosas. Enquanto na Índia as vacas são sagradas, aqui elas praticamente são consumidas todos os dias. Toda essa troca de informações feita de forma muito ética e respeitosa só aumentou ainda mais o interesse de ambas as turmas.
Assim, estimulando as suas próprias criatividades e empreendedorismo, as crianças têm mergulhado em um mundo fantástico onde deuses e monstros de dez cabeças ganham vida, sem esquecer também de botar na nossa mala a nossa querida festa junina, nossa capoeira, nosso tropicalismo.
Nem é preciso dizer o quão divertida e emocionante tem sido essa nossa viagem… e, pelo jeito, muitas milhas ainda vêm pela frente!

Assista ao vídeo produzido pelas crianças do Max para as da Índia

Abaixo algumas fotos do projeto

Desenhos enviados pelas crianças da Índia para as do Max:

Veja as fotos que serviram de inspiração para a confecção dos desenhos. Clique aqui
Leia a mensagem enviada para as crianças do Max: Clique aqui







Categories: Vivencionismo Tags:
  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.