Home > Vivencionismo > A paixão e a educação

A paixão e a educação

            Motivação e significado. Essa dupla tem formado a pedra fundamental de todo o nosso trabalho com os alunos. Tudo o que fazemos em nossa escola deve responder afirmativamente às questões:

  1. Os alunos querem fazer isso? Estão motivados?
  2. Eles entendem o porquê? Sabem porque estão fazendo isso?

É preciso também relacionar a segunda questão com a primeira. Ou seja, só nos dispomos a fazer algo com o coração e com vontade, seja uma atividade de matemática ou escrever um livro inteiro, se a razão que nos leva a tal esteja ligada a algo que nos desperta a afetividade, a paixão.

Quanto mais reflito sobre a vida e a educação, e em como dar aos nossos alunos todas as ferramentas necessárias para que construam sua felicidade, mais clara fica a necessidade de considerar a afetividade. Para que os alunos se interessem, para que o professor se empenhe, para que os pais participem, é preciso paixão. Os alunos devem se apaixonar pelo conteúdo, assim como os professores devem se apaixonar pelos alunos e por educá-los, assim como os pais devem se apaixonar por seus filhos e pelo trabalho da escola.

Não há dedicação sem paixão!

Assim, o professor deve levar em consideração as opiniões e anseios dos alunos, adaptando a rotina e as atividades aos sentimentos e ideias dos alunos, o conteúdo deve ser “encaixado” no dia-a-dia do aluno e não o contrário.

Sinceramente, não acredito que embalar o ensino tradicional em apostilas coloridas e belamente ilustradas possa trazer motivação e significado para a aprendizagem de qualquer conteúdo. Isso empobrece, e muito, o ambiente escolar e afasta a paixão dos alunos em criar, questionar, imaginar, supor, superar, elaborar, sugerir, aprender e viver.

Pelo que seus alunos são apaixonados? Esse é o caminho!

Categories: Vivencionismo Tags:
  1. Fernanda
    July 17th, 2010 at 17:06 | #1

    Estou realmente impressionada com a proposta Vivencionista.
    Estudo pedagogia, e até o presente momento não havia me identificado com nenhum “movimento ou programa educacional”, pois são perfeitos para alguns e excluem outros… Afinal cada criança tem seu perfil, suas particularidades. Claro que estou me fazendo conhecer o Vivencionismo agora, mas já me apaixonei por sua proposta, a autonomia, liberdade, responsabilidade, o apoio ao aluno na tomada de decisões… Parabéns!
    Eu acredito firmemente que paixão é o q movimenta o ser humano, principalmente no seu próprio desenvolvimento.

    Abraços,
    Fernanda – SP

  2. Dulce
    October 28th, 2010 at 03:06 | #2

    Apaixonada e muito mais estou por esse método ou seja lá como o chamamos. Sempre pensei dessa maneira pois em 12 anos de magistério nunca me deparei com algo que dê chance a todos os alunos igualitariamente e ao mesmo tempo respeitando suas particularidades. Parabéns e….vamos em frente.

    Abraços e sucesso.

    Dulce

  1. No trackbacks yet.